Top Menu

O The Guardian publicou essa semana um estudo recente feito por Paul Kelley, pesquisador do sono na Universidade de Oxford, que sugere que as crianças entre 8 e 10 anos não deveriam começar a estudar antes das 8h30 da manhã. De acordo com o cientista tal medida poderia combater a crise de privação de sono entre os jovens.

Kelley tem trabalhado com o companheiro Russell Foster e o neurocientista Steven Lockley da Harvard Medical School, tentando modificar o jeito de dormir das crianças da Grã-Bretanha. De acordo com eles, os estudantes perdem em média 10 horas de sono por semana.

 

 

Além disso, a pequisa sugere que ninguém deveria começar o trabalho antes das 10 horas da manhã. O pesquisador indica que, entre os 18 e 55 anos, o melhor seria que começássemos a trabalhar somente depois das 10h da manhã, em torno de 10h30. As recomendações fazem parte de um estudo profundo sobre nosso relógio biológico interno, que determina nossos níveis de concentração, vigília e capacidade para o trabalho. Antes dos 55 anos, o ritmo cardíaco dos adultos está completamente fora de sincronia com o famoso horário das 9h às 17h, o que apresenta uma séria ameaça à produtividade, humor e saúde mental.

Como você se sente nos horários sugeridos por Kelley? Compartilhe conosco suas experiências!

Sobre o Autor(a)

mm

Lione Acácia, geminiana, apenas para constar, porque não me ligo nisso. Adoro moda, batata frita e gente de todo o tipo. Nasci perguntadeira e me especializei nisso, fazendo jornalismo. Adoro uma conversa solta, me inspiro em minhas análises do cotidiano, e faço o meu mundo baseado nos mundos de todo mundo. Não sou fútil, mas desconfio não ser útil!

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Fechar