Top Menu

Foi-se o tempo em que moto era assunto apenas de homem. Hoje em dia, tem muita mulher saindo da garupa e assumindo a direção.

Segundo dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), o número de mulheres habilitadas para conduzir motocicletas dobrou nos últimos três anos e a busca pela Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para a categoria A cresce cada vez mais.

Com interesse cada dia maior, conversamos com alguns experts e vamos te dar algumas dicas, se está pensando em pilotar.

moto-cc-fabricada-Yamaha-Brasil_ACRIMA20130831_0015_18

A PREFERIDA DA MULHERADA

Muitas mulheres optam por modelos de 150 cilindradas. O consultor técnico em motos Alfredo Guedes garante que elas são mais fáceis de pilotar e são seguras. “Esse tipo de moto é muito procurado, pois além de serem práticas de dirigir, contam com detalhes femininos extras, como espaço embaixo do banco para guardar bolsas”, afirma.

É importante definir também como será o uso. Se ela será usada apenas para ir ao trabalho, existem modelos específicos, mais econômicos e confortáveis. Se você irá usar apenas nos finais de semana e para viagens, o que não faltam são indicações. Por isso defina suas vontades e prioridades, para fazer a escolha certa.

MANUTENÇÃO É IMPORTANTE

Listamos abaixo alguns cuidados que podem fazer seu veículo durar muito mais e, o melhor, sem te dar dor de cabeça.

– Faça uma inspeção periódica, sempre com o motor ligado para identificar qualquer barulho estranho ou vazamentos.

– Verificar o nível de óleo lubrificante é tarefa obrigatória. Escolha um produto de qualidade, dentre as vantagens, está reduzir em até 14% os atritos entre as peças do motor (o que prolonga a vida útil do conjunto motor/transmissão/embreagem), diminuir o consumo de combustível e preservar o motor limpo e com menos formação de verniz e borras.

– Dica fundamental, mas que muitas vezes cai no esquecimento: não deixe de ler o manual da sua moto. Lá estão todas as dicas para aumentar a vida útil e protegê-la de problemas.

– Freio em dia é segurança no trânsito. Além de conferir regularmente as pastilhas, veja no manual qual é a quilometragem sugerida para a manutenção. A forma correta de brecar também interfere na manutenção. Procure não apertar o manete com força, puxe-o gradualmente trabalhando com a pressão necessária para frear.

– Se tiver acompanhado de bagagem ou passageiro na garupa, o pneu traseiro necessita de cerca de 10% a mais de pressão.

– Você fica atenta aos cabos de embreagem? Eles devem ser substituídos toda vez que apresentarem sinais de esgarçamento por uso.

my14_america_location_2

DIRIJA BONITO E COLOQUE OS HOMENS NO CHINELO

Quem cuida do trânsito com carinho sabe da importância da direção preventiva. Frenagens corretas, posição adequada em cima da motocicleta e muita atenção ao seu redor são fundamentais para evitar acidentes.

– Nunca dirija sem capacete. Este item é fundamental para reduzir em até 60% os riscos para condutor e passageiro no caso de imprevistos. Afivele-o sempre e verifique se tem selo de qualidade.

– Quando você for frear, coloque o corpo para frente e o peso sobre os freios dianteiros, isso evita quedas.

– Conduza na velocidade permitida e evite arrancadas bruscas. Os procedimentos impedem que a roda dianteira se eleve demais.

– Sempre incline o corpo de acordo com a inclinação da moto.

– Mantenha-se em uma distância segura de outra moto ou carro.

– Use os faróis acessos ou itens reflexivos – para ser visto por automóveis – mesmo durante o dia.

– Dar passagem pela esquerda (quando solicitada por outro veículo) e não costurar o trânsito, além de respeitar o farol amarelo, placas e sinalizações é dever do motociclista.

Agora saia por aí, fazendo bonito e mostrando que mulheres podem tudo, e podem mais!!!

Sobre o Autor(a)

mm

Lione Acácia, geminiana, apenas para constar, porque não me ligo nisso. Adoro moda, batata frita e gente de todo o tipo. Nasci perguntadeira e me especializei nisso, fazendo jornalismo. Adoro uma conversa solta, me inspiro em minhas análises do cotidiano, e faço o meu mundo baseado nos mundos de todo mundo. Não sou fútil, mas desconfio não ser útil!

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Fechar